Introdução à nova regulamentação

 

 

A nossa promessa

Reduzir o consumo de combustível e as emissões de poluentes, graças a soluções fiáveis e eficazes

Dacia - WLTP

A Dacia compromete-se a tornar cada vez mais acessível a compra e a utilização de um veículo novo. Propomos veículos atraentes, de qualidade e com tecnologias fiáveis e eficazes. Os novos veículos estão equipados com tecnologias partilhadas no seio do Grupo Renault e, por isso, beneficiam de toda a sua competência técnica para diminuir o consumo de combustível e as emissões de poluentes.

Na Dacia, ajudamo-lo a participar ativamente e de uma forma simples na redução do custo de utilização do seu veículo. Assim, oferecemos-lhe uma série de soluções e de tecnologias que visa reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2, antes, durante e depois da condução, otimizando a utilização do veículo.

A regulamentação evolui e nós participamos nestas mudanças. Começamos por respeitar o novo Procedimento de Teste Global harmonizado para veículos particulares e comerciais ligeiros (em inglês WLTP, Worldwide Harmonised Light Vehicle Test Procedure). Este novo protocolo permite aos consumidores aceder a dados de consumo de combustível e de emissões de poluentes muito mais consistentes com os valores realmente obtidos durante a utilização quotidiana dos veículos.

 

As alterações à regulamentação

Compreender as alterações à regulamentação: WLTP e RDE

Em 1 de setembro de 2017, entrou em vigor o WLTP que substituirá progressivamente o protocolo NEDC (Novo Ciclo de Condução Europeu (em inglês NEDC, New European Driving Cycle)). A este novo protocolo junta-se um segundo, designado por RDE (Emissões em Contexto Real de Utilização (em inglês RDE, Real Driving Emissions)). Estes dois ciclos de homologação permitem resultados sobre os consumos e as emissões mais consistentes com situações reais de utilização. Descubra-os:

                        

  • O que é um protocolo de homologação?

     protocolo de certificação

    Trata-se de uma série de testes obrigatórios que certificam a conformidade regulamentar de todos os novos veículos que chegam ao mercado. O objetivo é verificar que todos os veículos respeitam as regras de emissão de poluentes, conhecidas por normas antipoluição. Atualmente é a norma Euro6 que está em vigor.

    Os testes são realizados em laboratório e efetuados por organismos independentes (por exemplo, o UTAC em França).

    Estes testes baseiam-se em ciclos de condução harmonizados (duração, velocidade, equipamento, temperatura, etc.) durante os quais são medidas as emissões de poluentes e de CO2, bem como o consumo de combustível no caso dos veículos com motor de combustão. Com efeito, estas medições permitem comparar os desempenhos dos modelos de vários construtores. Estas informações são atualmente difundidas através de brochuras ou dos websites comerciais dos construtores.

  • Do NEDC ao WLTP

    De NEDC à WLTP

    Até setembro de 2017, o Novo Ciclo de Condução Europeu (NEDC) – a referência desde os anos 1990 - foi o protocolo de homologação em vigor. Este ciclo de homologação tornou-se obsoleto porque não acompanhou as evoluções da tecnologia automóvel. Por conseguinte, o protocolo WLTP substituirá progressivamente o NEDC.

    Então qual é a diferença entre os dois protocolos? Logo à partida, o ciclo de condução com o formato WLTP é mais longo e mais representativo que o do NEDC. As velocidades dos testes são mais elevadas, o intervalo das temperaturas testadas é maior e todos os equipamentos do veículo entram em linha de conta (consulte a tabela abaixo). Em síntese, isto permite obter resultados muito mais consistentes com os constatados nos trajetos realizados diariamente em situação real.  

  • Comparação entre NEDC e WLTP


    Na tabela abaixo são apresentadas as diferenças entre os testes NEDC e WLTP.



    Características NEDCWLTP
    Duração do ciclo (min) 20 30
    Distância (km) 11 23
    Velocidade média (km/h) 34 47
    Velocidade máxima (km/h) 120 131
    % de tempo de paragem 24 13
    Resultados Os resultados dos testes não são consistentes com os obtidos em situações reais de condução Os resultados dos testes aproximam-se mais da realidade
    Um resultado disponível por modelo/motor/caixa de velocidades Um resultado mínimo e um resultado máximo por modelo/motor/caixa de velocidades

     



    Dado que as condições de realização dos testes representam melhor as situações de uma utilização real, os resultados em termos de consumos e de emissões são, por consequência, mais elevados do que os anunciados atualmente nos catálogos. No entanto, o consumo real quotidiano não é afetado. Trata-se simplesmente de uma representação mais correta do consumo e das emissões que, com o ciclo WLTP, tem em conta com maior rigor o tipo de veículo e ainda os equipamentos e as opções escolhidos. Esta medição será, além disso, calculada a partir de uma grelha de resultados registados durante o teste (em vez de um único resultado por modelo, como acontece com o protocolo NEDC).

  • Emissões em Contexto Real de Utilização (RDE)

    RDE

    Se bem que as condições dos ciclos de condução do teste WLTP são mais rigorosas do que as do protocolo NEDC, elas não consideram o conjunto dos parâmetros de utilização real de um veículo - razão de ser do teste de Emissões em Contexto Real de Utilização (RDE).

    Realizado na estrada em condições de circulação reais, este teste completa a homologação, verificando os níveis reais de emissão dos poluentes.

    O Grupo Renault já começou a fornecer aos seus clientes os resultados dos testes de emissões de poluentes RDE realizados nos veículos novos matriculados depois de maio de 2016. Para mais informações, consulte esta página.

  • Calendário

    • De setembro 2017 a setembro 2018, todos os novos veículos lançados no mercado (novo modelo/motor) devem ser homologados segundo o teste WLTP.

    • A partir de setembro 2018, todos os novos veículos de passageiros devem ser homologados em função do ciclo WLTP.

    • Até final de 2018, por uma questão de simplicidade relativamente aos clientes, as autoridades solicitam a todos os construtores que continuem a comunicar apenas os resultados dos testes NEDC. Isto significa que os resultados de todos os veículos aprovados no ciclo de testes WLTP devem ser convertidos nos valores NEDC equivalentes até ao início de 2019. Estes serão os dados utilizados para calcular a fiscalidade associada nos diferentes país abrangidos.

    • Efetivamente, a partir de janeiro de 2019, todos os valores de referência publicados serão exclusivamente dados WLTP.

    • Paralelamente à implementação do protocolo de homologação WLTP, a norma antipoluição que estes veículos devem respeitar evoluirá também progressivamente com o objetivo de reduzir o impacto ambiental dos veículos. Isto levará à chegada da norma Euro6D no horizonte de janeiro de 2020.

  • O que tudo isto significa para si

    WLTP

    É importante lembrar que nem os desempenhos nem o consumo real de combustível serão afetados, qualquer que seja o protocolo de homologação aplicado.

    No entanto, os resultados dos níveis de CO2 e de consumo de combustível anunciados pelos construtores irão naturalmente aumentar, já que o novo protocolo WLTP reflete melhor a realidade quotidiana do veículo.

    Em concreto, o ciclo WTLP é mais rigoroso que o NEDC mas não influencia nem o desempenho nem o consumo real de combustível do seu veículo.

  

 

Os nossos compromissos

Garante-lhe uma informação clara e simples sobre o nível de consumo dos nossos veículos

Dacia - WLTP

Transparência e simplicidade são, desde sempre, as palavras-chave da marca Dacia.

Por conseguinte, a partir do início de 2018, a Dacia comercializará os primeiros veículos homologados segundo o novo procedimento de testes. E a partir de setembro de 2018, todos os novos veículos Dacia comercializados pelas redes beneficiarão da homologação WLTP.

 

As nossas soluções

Propor-lhe soluções inteligentes para economizar sempre mais

Dacia - WLTP

Com a Dacia, beneficia do melhor da tecnologia disponível do Grupo Renault.

Tecnologias que visam reduzir os consumos

- Funções integradas que incluem um indicador de mudança de relação, um botão de modo de condução eco, a possibilidade de receber um relatório do trajeto com uma eco-pontuação* e, graças ao eco-coaching, conselhos para uma eco-condução em tempo real, de forma a otimizar o seu consumo de combustível.

- Sistema Stop and Start, com o objetivo de reduzir o consumo de combustível quando o veículo está parado.

* Apenas no novo Duster

Dacia - WLTP

As motorizações GPL

A Dacia propõe também uma versão GPL na maioria dos seus modelos.

Ao optar por esta solução, tem a certeza de escolher uma tecnologia segura e comprovada. É um derivado do petróleo refinado e gás natural.

O GPL está armazenado sob a forma líquida no depósito do veículo, sendo gaseificado novamente antes de ser queimado no motor.

Os veículos equipados com motor a GPL constituem, por conseguinte, uma alternativa simples em termos de utilização e mais competitiva do que a gasolina em matéria de custo. O GPL é igualmente mais ecológico, emitindo menos 10% de CO2 do que um veículo a gasolina.