Introdução às novas regulamentações.

Reduzir o consumo de combustível e as emissões de poluentes

Soluções fiáveis e eficazes

A Dacia está empenhada em tornar cada vez mais acessível a compra e utilização de um veículo novo. Propomos veículos atrativos, de qualidade, com tecnologias fiáveis e eficazes. Os nossos veículos estão equipados com tecnologias partilhadas no seio do Grupo Renault e beneficiam, por isso, de todo o seu conhecimento para reduzir o consumo de combustível e as emissões de poluentes.

Na Dacia, ajudamo-lo a participar ativamente e de forma simples na redução do custo de utilização do seu veículo. Para o efeito, oferecemos-lhe um leque de soluções e de tecnologias destinadas a reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2 antes, durante e após a condução, otimizando a utilização do veículo.

As regulamentações evoluem e nós participamos nessas mudanças. Tal começa por respeitarmos o novo procedimento de teste global harmonizado para os veículos particulares e os veículos comerciais ligeiros (em inglês, WLTP - Worldwide Harmonised Light Vehicle Test Procedure). Este novo protocolo permite aos consumidores aceder a dados de consumo de combustível e de emissões de poluentes muito mais aproximados dos valores obtidos durante a utilização diária do seu veículo.

Dacia Duster laranja

Compreender as alterações à regulamentação: WLTP e RDE

Dacia WLTP - Grupo Renault

A partir de 1 de setembro de 2017, entrou em vigor o WLTP, que veio substituir gradualmente o protocolo NEDC (Novo Ciclo Europeu de Condução) em inglês, NEDC - New European Driving Cycle. A este novo protocolo, veio juntar-se um segundo, designado RDE (Emissões em Condições de Condução Real) em inglês, RDE - Real Driving Emissions. Estes permitem obter resultados sobre os consumos e as emissões mais reais da sua utilização diária. Veja o vídeo para saber mais. 

WLTP - protocolo de certificação

Protocolo de certificação

Trata-se de um conjunto de testes obrigatórios que certificam a conformidade regulamentar de todos os novos veículos que chegam ao mercado. Tem por objetivo verificar que todos os veículos respeitam as regras de emissão de poluentes, conhecidas por normas antipoluição. Atualmente é a norma Euro6 que está em vigor.

Os testes são realizados em laboratório e efetuados por organismos independentes (por exemplo, o UTAC em França).

Estes testes baseiam-se em ciclos de condução normalizados (duração, velocidade, equipamento, temperatura, etc.) e medem as emissões de poluentes e de CO2, bem como o consumo de combustível no caso dos veículos com motor de combustão. Com efeito, estas medições permitem comparar os desempenhos de modelos de diferentes fabricantes. Estas informações são atualmente publicadas nos catálogos ou sites comerciais dos fabricantes.

Alt Image C29

Do NEDC ao WLTP

Até setembro de 2017, o Novo Ciclo de Condução Europeu (NEDC) – a referência desde os anos 1990 - era o protocolo de homologação em vigor. Este ciclo de homologação tornou-se obsoleto, pois não acompanhou as evoluções dos automóveis. Por conseguinte, o protocolo WLTP substituirá gradualmente o NEDC.

Então qual é a diferença entre os dois protocolos? Em primeiro lugar, o ciclo de condução com o formato WLTP é mais longo e mais representativo que o do NEDC. A velocidade nos testes são mais elevadas, o intervalo das temperaturas testadas é maior e todos os equipamentos do veículo são tidos em conta (ver abaixo). Em suma, isto permite obter resultados muito mais consistentes com os constatados nos trajetos realizados no dia-a-dia.

Comparação entre NEDC e WLTP

NEDC

Características
  • Duração do ciclo (min): 20
  • Distância (km): 11
  • Velocidade média (km/h): 34
  • Velocidade máxima (km/h): 120
  • % de tempo de paragem: 24

 

Resultados: 

Os resultados dos testes estão longe dos conseguidos em situações reais de condução.

Um resultado disponível por modelo/motor/caixa de velocidades.

 

Comparação entre NEDC e WLTP

WLTP

Características
  • Duração do ciclo (min): 30
  • Distância (km): 23
  • Velocidade média (km/h): 47
  • Velocidade máxima (km/h): 131
  • % de tempo de paragem: 13


Resultados:

Os resultados dos testes aproximam-se mais da realidade.

Um resultado mínimo e um resultado máximo por modelo/motor/caixa de velocidades.

Dado que as condições de realização dos testes representam melhor as situações de uma utilização real, os resultados em termos de consumos e de emissões são, consequentemente, mais elevados do que os anunciados atualmente nos catálogos. Todavia, o consumo real diário não é afetado. Trata-se simplesmente de uma representação mais fiel do consumo e das emissões que, com o WLTP, têm em conta, com maior rigor, não só o tipo de veículo mas também os equipamentos e opções escolhidos. Esta medição será, além disso, calculada a partir de uma grelha de resultados registados durante o teste. Um modelo de veículo terá, assim, diversos valores, consoante os equipamentos e opções que integra, em vez de um único resultado por modelo, como acontece com o protocolo NEDC.

Emissões em contexto real de utilização (RDE)

Emissões em contexto real de utilização (RDE)

Embora as condições dos ciclos de condução do teste WLTP sejam mais rigorosas do que as do protocolo NEDC, elas não consideram o conjunto dos parâmetros de utilização real de um veículo - razão de ser do teste de Emissões em Contexto Real de Utilização (RDE).

Realizado em estrada em condições de condução reais, este teste completa a homologação, verificando os níveis reais de emissão dos poluentes.

O Grupo Renault já começou a fornecer aos seus clientes os resultados dos testes de emissões de poluentes RDE realizados nos veículos novos matriculados depois de maio de 2016. Para mais informações, clique aqui.

De 2017 a 2019

De setembro de 2017 a setembro de 2018, todos os novos veículos colocados no mercado (novo modelo/motor) devem ser homologados segundo os testes WLTP.

A partir de setembro de 2018, todos os novos veículos vendidos em concessões devem ter homologação WLTP.

De setembro de 2017 até finais de 2018, por uma questão de maior simplicidade para os clientes, as autoridades solicitam a todos os construtores que continuem a comunicar apenas os resultados dos testes NEDC. Isto significa que os resultados de todos os veículos com homologação WLTP devem ser convertidos nos valores NEDC equivalentes até ao início de 2019.

A partir de janeiro de 2019, todos os valores de referência publicados serão exclusivamente dados WLTP.

No horizonte de janeiro 2020

Paralelamente à implementação do protocolo de homologação WLTP, a norma antipoluição que estes veículos devem respeitar evoluirá também gradualmente com o objetivo de reduzir o impacto ambiental dos veículos. Isto levará à chegada da norma Euro6D no horizonte de janeiro de 2020.

O que isto significa para si

É importante lembrar que nem os desempenhos nem o consumo real de combustível serão afetados, independentemente do protocolo de homologação.

Todavia, os resultados dos níveis de CO2 e de consumo de combustível divulgados pelos fabricantes irão naturalmente aumentar, uma vez que o novo protocolo WLTP reflete melhor a utilização diária do veículo.

Em concreto, o WLTP é mais rigoroso que o NEDC mas não influencia nem o desempenho nem o consumo real de combustível do seu veículo.

Protocolo de homologação

Os nossos compromissos

Garantir-lhe uma informação clara e simples sobre o nível de consumo dos nossos veículos

Dacia - WLTP

A transparência e a simplicidade são, desde sempre, as palavras-chave da marca Dacia.

A partir do início de 2018, a Dacia comercializará, por isso, os primeiros veículos homologados segundo o novo procedimento de testes. E a partir de setembro de 2018, todos os novos veículos Dacia vendidos terão a homologação WLTP.

As nossas soluções

Propor-lhe soluções inteligentes para poupar cada vez mais

Com a Dacia, beneficia do melhor da tecnologia disponível no seio do Grupo Renault.

Dacia - Consumo

Tecnologias que visam reduzir o consumo

- Funções integradas que incluem um indicador de mudança de velocidade, um botão de modo de condução eco, a possibilidade de receber um relatório do trajeto com uma eco-pontuação* e, graças ao eco-coaching, conselhos para uma eco-condução em tempo real, de forma a otimizar o consumo de combustível.

 

- Sistema Stop and Start, com o objetivo de reduzir o consumo de combustível quando o veículo está parado.

 

* Apenas no Novo Duster

Gama Dacia

Motorizações GPL

A Dacia propõe também, em cada um dos seus modelos, uma motorização GPL.

 

Ao optar por esta solução, tem a certeza de escolher uma tecnologia segura e comprovada, mais económica que o Diesel. É um derivado do petróleo refinado e do gás natural.

 

O GPL é armazenado sob a forma líquida no depósito do veículo, sendo gaseificado novamente antes de ser queimado no motor.

 

Os veículos equipados com motor GPL constituem, por conseguinte, uma alternativa simples em termos de utilização e mais competitiva do que a gasolina em matéria de custo. O GPL é igualmente mais ecológico, emitindo menos 10 % de CO2 do que um veículo a gasolina e tendo emissões poluentes (partículas finas, por exemplo) muito limitadas. Como tal, o GPL representa uma solução limpa para uma utilização de condução em meio urbano.